terça-feira, 14 de outubro de 2014

Palitana, na Índia, se torna a primeira cidade vegetariana do mundo


O site de notícias Worldcrunch relata uma mudança histórica em Palitana, cidade indiana que se tornou a primeira cidade vegetariana do mundo.

Por trás desta mudança estão monges Jainistas, que passaram por greve de fome para pressionar o Estado de Gujarat a proibir o abate de animais em sua cidade. A greve de fome foi bem sucedida e o governo de Gujarat proibiu o abate de animais e a venda de carne e ovos.

O jainismo é uma das religiões mais antigas do mundo e prega um caminho de não-violência para com todos os seres vivos. Na Índia, cerca de 5 milhões de pessoas o praticam e estão de concordo com a proibição.

“Todos neste mundo – seja animal ou ser humano ou uma pequena criatura – a todos foi dado o direito de viver por Deus”, diz Virat Sagar Maharaj, um monge Jainista. “Então, quem somos nós para tirar esse direito deles?” Isto tem sido escrito nos livros sagrados de todas as religiões, particularmente no jainismo."


Alguns moradores desta cidade de 65.000 habitantes não gostaram dessa proibição.
"Há tantas pessoas que vivem nesta cidade, e a maioria deles não são vegetarianos",  "Impedindo-los de comer uma dieta não-vegetariana é uma violação dos seus direitos. Estamos vivendo nesta cidade há décadas. É errado de repente colocar uma proibição em toda a cidade agora." diz Syed Jehangir Miyan um morador local.

fonte:
Worldcrunch

Os monges jainistas em greve de fome - Foto: Shuriah Niazi 
É certo que as pessoas que exploram os animais nesse comércio de carne como pescadores não ficaram muio felizes.

E você o que acha de ser colocado uma proibição assim de repente do consumo de carne em toda uma cidade?
Será que uma droga deveria deixar de ser proibida só por causa daqueles que insistem em consumi-la?



2 comentários:

  1. Que matéria bacana Márcio! Teu blog é muito informativo, parabéns.

    ResponderExcluir